Leonardo Lopes Ramos

Posted by Leonardo Lopes Ramos

Quisque sollicitudin ante vel nulla bibendum varius. Praesent lobortis felis erat, id sagittis quam mollis ac. Aliquam erat volutpat. Integer at tellus bibendum, consequat turpis ultricies, facilisis lectus. Mauris iaculis quam dolor, id commodo lacus viverra eget. Nulla porttitor est placerat lacinia placerat. Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos.

Nesta semana, Curitiba está recebendo convidados do Brasil e do mundo para o IV Encontro sobre Agricultura de Precisão, realizado na Ocepar. Entre eles, o doutor Steve Phillips, do International Plant Nutrition Institute (INPI), dos Estados Unidos, que trouxe na bagagem um alerta: muito do que é ensinado nas universidades com foco agronômico não é utilizado ou não chega ao campo.

Em palestra sobre o tema, o especialista citou um exemplo concreto de um consultor independente que ‘adotou a profissão’ depois de ser professor nos Estados Unidos: “Ele viu que as coisas não eram iguais no campo. Precisamos ter essa preocupação de ligar a sala de aula à produção agrícola”.

  
(Steve Phillips durante evento na Ocepar)

Essa apreensão também acontece no Brasil. “Quem está se preparando são os consultores [agronômicos] e os vendedores [de insumos]. A academia quase não tem esse diálogo com o produtor”, afirma José Paulo Molin, presidente da Associação Brasileira de Agricultura de Precisão (AsBraAP).

Levando o conhecimento

A esperança de uma melhor conexão entre teoria e prática está depositada justamente nesses consultores. “Muitos creem que basta entregar um mapa colorido, sem análise. O problema é que isso gera confusão no produtor, que só vai entender se tiver uma consultoria”, destaca o norte-americano. Outra questão citada é a geracional, que pode facilitar (ou dificultar) a compreensão das tecnologias e inovações no campo, por meio de aplicativos, ferramentas ou plataformas.

“Dependendo da região, do nível educacional e da familiaridade com a tecnologia em geral, a agricultura digital vai contribuir muito. Vemos que em algumas regiões a idade dos produtores rurais está até mesmo decrescendo, com pessoas jovens. A adoção nessas comunidades deve acontecer muito rápido”, destaca Steve Phillips em entrevista à Gazeta do Povo.

Paulo Molin é menos otimista quanto à atualização dos profissionais: “Não sei até que ponto [os produtores] estão prontos, chega a ser dramático. E ainda estamos formando profissionais do século XX. Além do nível do consultor, temos o nível do operador [de máquinas]. O operador de 15 anos atrás e o de hoje é muito diferente. Temos uma crise sinalizada, pois haverá muitas mudanças pela frente”.

O fato é que a agricultura vai depender cada vez mais da tecnologia para se tornar mais eficiente, na visão de Phillips. “Globalmente, com o crescimento da população, estamos encarando pressão na produção agrícola para produzir mais comida, nas mesmas terras e com recursos limitados. Precisamos integrar a tecnologia para sermos mais eficientes”, desta o especialista, sinalizando a necessidade do aumento da produtividade.

Novidades à vista

Para ampliar esse debate, Molin e Pedro Magalhães, engenheiro agrônomo e secretário da AsBrap, anunciaram: “Aproveitamos [o encontro em] Curitiba para lançar o convite para o Congresso Brasileiro de Agricultura de Precisão”, diz Magalhães. O evento também será na capital paranaense dias 2 a 4 de outubro. A expectativa é reunir 800 participantes, entre profissionais de assistência técnica e extensão rural, pesquisadores, professores, produtores, estudantes, empresas e usuários de técnicas de Agricultura de Precisão no Brasil.

Esse incentivo ao diálogo é elogiado inclusive pelo ‘gringo’ Steve Phillips: “Vejo mais similaridades do que diferenças entre o Brasil e os Estados Unidos [quanto à agricultura de precisão], mas o Brasil pode ter orgulho de suas cooperativas. Elas estão muito a frente na busca por tecnologias e novas plataformas. São pessoas que não estão à serviço por grandes companhias e que colocam a ‘bota na terra’”.

 

Fonte:  http://www.gazetadopovo.com.br/agronegocio/agricultura/o-que-se-aprende-na-universidade-nao-se-leva-ao-campo-ee5a9sfawatxctrceucrxuqj0

 

A Associação Brasileira de Agricultura de Precisão – AsBraAP lançou, oficialmente, o ConBAP 2018 – Congresso Brasileiro de Agricultura de Precisão, que será realizado de 02 a 04 de outubro, no Espaço Unimed, em Curitiba/PR. O anúncio foi feito pelo presidente da entidade, José Paulo Molin, durante o IV Encontro sobre Agricultura de Precisão, que está sendo promovido pela Associação Brasileira dos Prestadores de Serviço de Agricultura de Precisão e será encerrado nesta quinta-feira (25), em Curitiba.

O ConBAP 2018 terá como tema central “Construção de Dados na Era da Digitalização Agrícola” e, pela primeira vez, será organizado pela AsBraAP. “Assim como ocorreu nas edições anteriores, o Congresso é um evento que envolve aspectos científicos, comerciais e acadêmicos”, explicou Molin. “Além de palestras com alguns dos maiores especialistas em agricultura de precisão do Brasil, teremos ainda um calendário com a apresentação de diversos trabalhos científicos, que serão previamente julgados por uma comissão científica, especialmente formada para esse fim. Também haverá um espaço para exposição das empresas que atuam no segmento de agricultura de precisão”, complementa o presidente da AsBraAP.

Em virtude do sucesso da edição anterior do ConBAP, realizada em 2016 na cidade de Goiânia/GO, a direção da AsBraAP está bastante otimista em relação ao ConBAP 2018. Espera-se um total entre 120 e 150 trabalhos científicos que serão submetidos à avaliação, com 24 selecionados para sustentação oral durante o encontro e os demais sendo expostos por meio de pôsteres. Além disso, na parte de exposição, a expectativa é de que 40 empresas participem. “Nosso objetivo é que a área de exposição seja uma vitrine tecnológica, onde as empresas possam levar informação, mostrar a tecnologia embarcada nas máquinas e equipamentos, além de expor os conceitos que oferecem aos seus clientes”, informa. Em relação ao público esperado, a projeção é de que o total de 800 participantes de 2016 seja repetido.

“O evento deste ano deve ser grande e pretende ter um expressivo impacto no segmento, sobretudo no momento em que, no Brasil, só se fala de digitalização agrícola. Nesse sentido, vale observar que esse tema tem tudo a ver com agricultura de precisão, uma vez que ela já nasceu digital, na década de 1990. Essa comunidade que deverá estar reunida no ConBAP já vem desenvolvendo essa digitalização ao longo de todos esses anos. O que temos de aprimorar é a sistematização da coleta e análise dos dados que orientam as tomadas de decisão dos produtores rurais. E é isso que faremos no Congresso”, pondera Molin.

O dirigente adianta ainda que devem participar do encontro: profissionais, autônomos e de empresas; pesquisadores, acadêmicos, estudantes das diversas áreas ligadas à agronomia e tecnologia aplicada à agricultura de precisão; e agricultores. “O foco não será o agricultor que vai deixar sua fazenda e ir para o congresso. Nossa intenção é alcançar aquele agricultor que consideramos formador de opinião, aquele que vai replicar a necessidade do uso de dados e da agricultura de precisão na sua rede de relacionamento”, observa o presidente da AsBraAP.

A seu ver, o Congresso deve se tornar uma referência num momento em que está bastante aquecida a formação de startup no agronegócio em torno da digitalização. Ele servirá para mostrar que já existe uma atuante comunidade formada por especialistas de várias áreas e que está trabalhando nesse assunto há muito tempo. “Ela só precisa ser mais consultada e envolvida no que está acontecendo e na interação dos vários elos da cadeia, incluindo academia, fabricantes de equipamentos e máquinas, consultores, desenvolvedores de softwares e outras ferramentas, institutos de pesquisas e produtores rurais”, complementa Molin.

Por fim, o presidente da AsBraAP explica que a escolha de Curitiba para a realização da edição 2018 do ConBAP se deveu ao fato de ser um local de fácil acesso e pela capital paranaense estar localizada numa região de bastante representatividade e importância para o agronegócio brasileiro e também ser referência em termos de agricultura de precisão. “Como o perfil do Congresso é, e sempre foi, um evento funcional e focado em aspectos técnicos e práticos, com pouco espaço para pompas, festas ou atividades sociais, entendemos que Curitiba seria ideal”, diz.

Sobre a AsBraAP

A Associação Brasileira de Agricultura de Precisão (AsBraAP) foi fundada em abril de 2016 e tem como objetivo principal contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico, a inovação e difusão do uso de práticas, técnicas e tecnologias da área. A entidade também tem como um dos seus pilares entender a agricultura de precisão como o conjunto de ferramentas e tecnologias aplicadas para permitir um sistema de gerenciamento agrícola baseado na variabilidade espacial e temporal da unidade produtiva, de forma a aumentar a produtividade, o retorno econômico e financeiro para o produtor, assim como reduzir o impacto ambiental da atividade produtiva. Uma de suas ações concretas é fazer a interface com órgão regulamentadores e promover, entre outras atividades, o Congresso Brasileiro de Agricultura de Precisão (ConBAP).

SERVIÇO

Evento: ConBAP 2018 - Congresso Brasileiro de Agricultura de Precisão

Local: Expo Unimed, Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300 - Curitiba/PR

Data: de 2 a 4 de outubro de 2018

Fonte: Associação Brasileira de Agricultura de Precisão (AsBraAP) 

 http://www.paginarural.com.br/noticias_detalhes.php?id=252528

### EM DESENVOLVIMENTO ###

 

 

Inscrições encerradas pelo site do evento. Novas inscrições somente no local. Serão aceitos pagamentos somente em dinheiro ou cheque. Não serão aceitos pagamentos por cartão.

Valores para inscrições no local:

Sócio da ASBRAP R$ 700,00
Não sócio da ASBRAP R$ 950,00
Sócios Novos da ASBRAP* R$ 950,00
Membro da Rede de Agricultura de Alta Precisão R$ 850,00
Estudante sócio da ASBRAP R$ 350,00
Estudante R$ 450,00
Estudante Membro da Rede de Agricultura de Alta Precisão R$ 400,00
Diária R$ 550,00
Associados ABPSAP R$ 850,00

*Com anuidade garantida até o final de 2018


As inscrições devem ser realizadas somente através deste site.

  • A validação da inscrição será feita após a efetivação do pagamento via PagSeguro (após o preenchimento da ficha de inscrição, será direcionado para a página do PagSeguro para confirmar a forma de pagamento). Pagamentos via depósito bancário não serão considerados.
  • O pagamento da inscrição dá acesso à programação científica, sessão de pôsteres, coffee breaks, kit do congressista contendo material de apoio e certificado de participação.
  • Não haverá transfer do evento para outros hotéis.

O prazo para inscrição antecipada termina em 21/09/2018. Após essa data, somente poderá ser feita no local do congresso, caso tenha vaga.


VALORES DE INSCRIÇÃO
Faça já sua inscrição e garanta o desconto do primeiro lote.

 Até 30/08Ate 21/09
Sócio da ASBRAP R$ 500,00 R$ 650,00
Não sócio da ASBRAP R$ 700,00 R$ 900,00
Sócio da Rede de Agricultura de Alta Precisão Brasil R$ 630,00 R$ 810,00
Sócios Novos* R$ 700,00 R$ 900,00
Estudante sócio da ASBRAP R$ 250,00 R$ 300,00
Estudante R$ 350,00 R$ 400,00
Estudante sócio da Rede de Agricultura de Alta Precisão Brasil R$ 315,00 R$ 360,00
Diária R$ 300,00 R$ 500,00

*Com anuidade garantida até o final de 2018

  • A validação da inscrição será feita após a efetivação do pagamento via PagSeguro (após o preenchimento da ficha de inscrição, será direcionado para a página do PagSeguro para confirmar a forma de pagamento). Pagamentos via depósito bancário não serão considerados.
  • O pagamento da inscrição dá acesso à programação científica, sessão de pôsteres, coffee breaks, kit do congressista contendo material de apoio e certificado de participação.
  • Não haverá transfer do evento para hotéis.

O prazo para inscrição antecipada termina em 21/09/2018. Após essa data, somente poderá ser feita no local do congresso, caso tenha vaga.


Quaisquer outras informações sobre pagamento de inscrição envie-nos e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Política de cancelamento de inscrição

Os cancelamentos solicitados antes de 31 de julho de 2018 serão reembolsados. Nenhum reembolso será aplicável após esta data. Como alternativa, a inscrição pode ser transferida para outro participante da igual categoria, sem custo até o prazo final das inscrições pelo site (21/09). Os organizadores devem ser avisados da transferência por e-mail.

Baixe aqui a relação de resumos aprovados para apresentação no ConBAP 2018.

ATENÇÃO

O prazo para liberação dos resultados das avaliações foi postergado para dia 27 de junho!

Os autores que realizarem apresentação oral serão convidados à submeterem seu manuscrito (versão aprimorada do trabalho) para uma edição especial da revista Engenharia Agrícola.

* os manuscritos serão submetidos posteriormente ao evento, mediante chamada específica. Deverão seguir formatação exigida pela revista e atender à sua política editorial, passando por revisão por pares.

Prazos e diretrizes para a submissão de trabalhos

  • O autor-apresentador será o responsável pela submissão pelo sistema acessado através da página do evento.
  • Cada autor-apresentador poderá submeter até 2 (dois) trabalhos por inscrição.
  • São permitidos o máximo de 5 (cinco) autores por trabalho.
  • A apresentação dos trabalhos será na forma oral ou em pôster. No ato da submissão o autor-apresentador deverá indicar a modalidade pretendida, sendo que a mesma será avaliada pela comissão científica, conforme mérito e qualidade do trabalho enviado.
  • Os trabalhos serão submetidos inicialmente no formato resumo expandido. Os autores deverão atentar para as normas e padronização do documento (clique aqui para baixar as normas). Há também um modelo de formato que pode ser utilizado (clique aqui para baixar o modelo).
  • Após análise pela comissão científica, os autores serão informados por e-mail para que consultem o status do seu trabalho através do site do evento utilizando o seu login e senha de inscrição. A comissão indicará a classificação dos trabalhos quanto à forma final de apresentação e elaboração, se oral/trabalho completo ou pôster/resumo expandido. Os participantes que precisarem da carta de aceite, deverão solicitar através do e-mail de contato do evento: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • O processo de submissão e análise do trabalho seguirá o cronograma abaixo:
    1. Prazo para submissão de trabalhos: até 22 de abril de 2018.
    2. Avaliação de mérito científico: até 27 de junho de 2018.
    3. Envio, por parte dos autores, da versão corrigida (final) do resumo expandido, no caso de trabalho aprovado para apresentação no formato de pôster: até 20 de julho 2018
    4. No caso de aprovação para apresentação oral, os autores deverão submeter trabalho completo (clique aqui para baixar as normas para trabalho completo) para apreciação dos revisores (clique aqui para baixar um modelo para trabalho completo): até 20 de julho 2018.
    5. Os revisores emitirão parecer final sobre resumos expandidos: até 10 de Agosto de 2018
    6. Os revisores indicarão necessidades de alteração em trabalhos completos: até 10 de Agosto de 2018
    7. Autores de trabalhos completos submeterão a versão corrigida (final): até 24 de agosto de 2018
    8. Revisores emitirão parecer final sobre os trabalhos completos: até 07 de Setembro de 2018.

Apresentação dos trabalhos

Pôsteres

  • O pôster deverá ter formato vertical com dimensões de 90 x 120 cm com a inserção do logo do ConBAP no canto superior direito em tamanho original, obtido no site;
  • Sugere-se fonte mínima 28, incluindo os títulos de tabelas e de eixos em gráficos;
  • Para a fixação do pôster no local, os autores devem providenciar bastão superior com cordinha ou fita adesiva tipo dupla face;
  • A fixação dos pôsteres deve ser feita durante o horário de almoço do dia 02/10 e os mesmos devem permanecer expostos até o encerramento da segunda sessão de pôsteres, às 16:30 h do dia 03/10;
  • Um MODELO PARA PÔSTER estará disponível.

Orais

  • As sessões técnico-científicas ocorrerão simultaneamente aos painéis setoriais e Sala do Mercado de AP. Os autores apresentadores serão informados quanto à data e horário de sua apresentação;
  • Na sala de apresentação haverá um computador com software compatível com o formato padrão do Microsoft PowerPoint® e pdf além de um projetor;
  • O autor apresentador deverá estar presente na respectiva sala 20 minutos antes do início da sessão para repassar o arquivo da apresentação para o computador da sala, com o apoio do moderador designado;
  • Não será permitido o uso de computador pessoal nas apresentações;
  • O tempo total disponível para cada apresentação será de exatos 15 min e o moderador cumprirá rigorosamente os horários programados para a sessão;
  • Sugere-se 12 min para a apresentação e 3 min para perguntas e respostas;
  • Os moderadores não farão alteração da programação e na ausência de um apresentador o espaço não será ocupado.

Seja patrocinador do ConBAP 2018 e alie a imagem de sua empresa a todos os agentes envolvidos na cadeia da Agricultura de Precisão e caminhe rumo ao fechamento de novos negócios. O patrocinador possui vantagens exclusivas, como concessão de ingressos-cortesia, exposição da marca em materiais de divulgação, exposição da marca em materiais de sinalização, entre outros.

Com o intuito de ampliar fronteiras no âmbito de parcerias, apoios e patrocínios, estamos à disposição para mais informações.

Acesse aqui as opções de patrocínio e exposição.

Contato
FB Eventos

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(43) 3025-5223 

EXPO UNIMED


O ConBAP será realizado no ExpoUnimed, localizado no interior da Universidade Positivo, a 15 minutos do Centro de Curitiba e a 25 minutos do Aeroporto Internacional Afonso Pena, pelo contorno Sul.
 

Como Chegar


Transporte coletivo

  • Linha Expresso Centenário: Campo Comprido (pontos centrais na avenida Sete de Setembro, praças Rui Barbosa e Osório e terminal Campina do Siqueira).
  • Linha Ligeirinho Pinhais: Campo Comprido (estações atrás da Catedral de Curitiba, praça 29 de Março e terminal Campina do Siqueira).
  • No Terminal Campo Comprido: pegar o alimentador Universidade Positivo. Dentro do câmpus da Universidade Positivo há cinco pontos: em frente ao Teatro Positivo - Grande Auditório, ao lado do Estacionamento 2, ao lado da Clínica de Fisioterapia, ao lado do Centro Esportivo e entre os estacionamentos 6 e 7.
Condução Própria

  • Seguir pela Rua Padre Agostinho (via rápida Champagnat) até o final. Continuar pela rua Pedro Viriato Parigot de Souza. A Universidade Positivo encontra-se à direita, cerca de um quilômetro depois do Terminal Campo Comprido.
Taxi

  • Do Centro Cívico (ponto central) até o Expo Unimed o trajeto demora em torno de 25 minutos (aproximadamente 13 Km). O valor médio de táxi é de R$ 37,00.
  • Curitiba conta com o serviço do Uber e a solicitação de corrida deve ser feita através do aplicativo.

Onde Comer


Dentro do Expo Unimed há uma lanchonete, o Caféxpo, que serve lanches, salgados e refeições.
Dentro da Universidade Positivo, há três opções de cantinas, nas quais os participantes do evento podem fazer suas refeições.
Próximo ao local do evento há o Shopping Barigui, um dos melhores shoppings da cidade, o qual possui uma ampla praça de alimentação com variedades de restaurantes
(Endereço: Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza - 600 – Ecoville- CEP: 81.200-100 - Curitiba – PR).

CONHEÇA CURITIBA


Curitiba, a capital do Paraná, é uma cidade, moderna e cheia de oportunidades. Uma metrópole com 1,8 milhão de habitantes, localizada no Sul do País, é a sétima cidade mais populosa do Brasil.

Atualmente é reconhecida como um importante centro cultural, político e econômico, apresentando infraestrutura de espaços e equipamentos, como aeroporto internacional, centros de convenções, shopping centers, gastronomia diversa, rede hoteleira de qualidade, variedade de comércio, espaços de lazer, rede de parques e bosques, museus e teatros. Estas características dão base a um cenário propício para a prática do turismo como uma importante ferramenta de desenvolvimento socioeconômico, pois gera empregos diretos e indiretos, além de permitir elevar a renda local.

Fonte: www.curitibacvb.com.br/page/curta-curitiba-regiao-e-litoral

 

Pontos turísticos


A capital paranaense é repleta de pontos turísticos e bons restaurantes. Aproveite sua estada na cidade e conheça alguns deles.

MINICURSOS

  • Conceitos de Geoestatística e análise de dados utilizando software livre:
    Conceituação básica de geoestatística, análise de dados georreferencaidos (de amostragens e de sensores), geração de semivariogramas e interpolação de dados usando Vesper.
  • Filtragem de dados de produtividade:
    Monitor de produtividade e geração de dados na colhedora, pós-processamento de dados brutos utilizando o aplicativo MapFilter e geração de mapas de produtividade utilizando QGIS (pressupõe-se domínio básico de QGIS)
  • Introdução ao QGIS para AP:
    Dados raster e vetoriais, utilização de dados coletados com GNSS e geração de grades amostrais, elaboração de mapas a partir de dados brutos, interpolação e conversão de camadas raster em camadas vetoriais.

INSCREVA-SE PROGRAMAÇÃO DETALHADA

Objetivo: Oportunizar aos participantes do evento a realização de treinamento de curta duração em temas específicos relacionados à Agricultura de Precisão

Formato: Treinamentos de 4 h, oferecidos no dia 01/10, das 14 às 18 h, no local do evento, com instrutores e monitores dedicados, em turmas de 20 participantes cada.

Instrutores: Equipe do Laboratório de Agricultura de Precisão da USP/ESALQ
Equipamento: O participante deverá trazer seu próprio computador
Valor: R$ 100,00

FIBRATUR TURISMO

AGÊNCIA DE TURISMO OFICIAL DO CONBAP 2018

Para informações de passagem, hospedagem e turismo, entre em contato diretamente com a Fibratur.

Telefone: 55 48 3212 5234
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Hotéis Credenciados

As tarifas e apartamentos estão disponíveis no momento, sujeito a alterações sem aviso prévio. Garantidas somente após o pagamento. Valores expressos por diária/apto. Acrescer % no valor da diária dos hotéis. Todas as opções incluem café da manhã.

 

Barigui Park Hotel

SGL

 R$         177,00

DBL

 R$         232,00

TPL

 

 

Site: http://www.bariguiparkhotel.com.br/

Distância até a Expo Unimed: 8,6 Km

Ibis Curitiba Batel

SGL

R$         189,00

DBL

R$         219,00

TPL

Site: https://www.accorhotels.com/pt-br/hotel-5461-ibis-curitiba-batel/index.shtml

Distância até a Expo Unimed: 10,6 Km

Blue Tree Towers Batel

SGL

 R$         195,00

DBL

 R$         225,00

TPL

 

Site: https://www.bluetree.com.br/hotel/blue-tree-towers-batel-curitiba/

Distância até a Expo Unimed: 10,2 km

Quality Hotel Curitiba

SGL

 R$         285,00

DBL

 R$         285,00

TPL

 

Site: https://new.atlanticahotels.com.br/hotel/quality-hotel-curitiba-curitiba-brasil/25934

Distância até a Expo Unimed: 10,3 Km

Slaviero Executive 

Batel

SGL Luxo

 R$         197,00

DBL Luxo

R$         227,00

TPL

Site: https://www.slavierohoteis.com.br/hoteis/slaviero-executive-curitiba-batel/

Distância até a Expo Unimed: 10,9 Km

Mercure Curitiba 

Sete de Setembro

SGL

R$         315,00

DBL

R$         345,00

TPL

Site: https://www.accorhotels.com/pt-br/hotel-3402-mercure-curitiba-7-de-setembro-hotel/index.shtml

Distância até a Expo Unimed: 10,3 Km

Slaviero Slim Centro

SGL Standard

R$         134,00

DBL Standard

R$         163,00

TPL

R$         191,00

Site: https://www.slavierohoteis.com.br/hoteis/slaviero-slim-curitiba-centro/

Distância até a Expo Unimed: 10,9 km

O Congresso Brasileiro de Agricultura de Precisão (ConBAP) 2018, acontecerá de 02 a 04 de outubro, em Curitiba, PR. Pela primeira vez em sua história, desde 2004, quando foi criado, o evento será realizado pela recém-criada Associação Brasileira de Agricultura de Precisão (AsBraAP).

O ConBAP é um evento bienal que reúne cerca de 800 participantes entre pesquisadores, profissionais de assistência técnica e extensão, professores, estudantes, empresas e produtores rurais, usuários das diferentes técnicas envolvidas no amplo leque da Agricultura de Precisão (AP).

A AP é um conjunto de ações de gestão do sistema de produção que leva em consideração a variabilidade espacial das lavouras e incorpora inovações tecnológicas que permitem o seu tratamento num grau de detalhamento mais elevado que a prática usual, sendo, portanto, mais acurado.

O tema da próxima edição é “A construção dos dados na era da digitalização agrícola" e a estruturação da programação científica do ConBAP 2018 se volta para discussões e reuniões com o intuito de debater sobre os rumos da AP no Brasil. É um conceito válido para qualquer lavoura, de culturas anuais, semi-perenes ou perenes e pastagens e é facilmente estendido, por exemplo, para florestas implantadas; envolve a gestão de todos os insumos como fertilizantes, sementes e outras formas de propagação, agroquímicos, água e mesmo operações de preparo do solo, com estratégias localizadas. Além disso, contempla todas as inovações voltadas à automação das máquinas que executam as operações no campo, melhorando a qualidade do trabalho e facilitando a vida do operador.

O ConBAP contempla palestras, plenárias, painéis setoriais, apresentação de trabalhos científicos, espaço para empresas exporem seus produtos e serviços, além de um espaço para apresentações dos patrocinadores e expositores (“Sala do Mercado de AP”). Tudo isso cria o cenário adequado para relacionamento com os profissionais e usuários que trabalham com Agricultura de Precisão no Brasil e no mundo.

Comissão Organizadora (Diretoria da AsBraAP)

  • José Paulo Molin
  • Ricardo Yassushi Inamasu
  • Leonardo Menegatti
  • Pedro Magalhães
  • Paulo Sergio Graziano Magalhães

Comissão Científica

Coordenadores:
  • Lucas Rios do Amaral (UNICAMP)
  • Leandro Maria Gimenez (USP)
Membros:
  • Antônio Luis Santi (UFSM)
  • Claudio L. Bazzi (UTFPR)
  • Fábio Henrique Rojo Baio
  • José Paulo Molin (USP)

Equipe de Relações com Empresas

  • Fabio Penassi Torres
  • José Paulo Molin
  • Marcio Albuquerque
  • Pedro Magalhães

Página 1 de 8